Página inicial > Oriente > Renz (F) – ser o que não se pode não ser

Renz (F) – ser o que não se pode não ser

quinta-feira 8 de setembro de 2022

    

[1:29:31] Q: O que queres dizer com «ser o que não se pode não ser».

K: Ser tua realidade in natura  , sabendo ou não. Não podes não ser o que és, e o que és é Isso que podes chamar o Absoluto  , Ele mesmo. O Absoluto, Ele mesmo, para ser Ele mesmo nunca necessita sabê-lo para sê-lo. E ele não pode o advir. Então como nunca deixastes tua natureza, não podes retornar. Não advirás no que és por qualquer meio. Mas o fácil é ser o que não podes não ser, mais do que fácil, pois nada tem que acontecer. Nenhuma sensação necessita mudar   para que sejas o que és. Esta é diferença entre o fantasma, que sempre necessita de mudanças e vantagens e momento abençoado, etc. para Isso que é tua natureza, porque Isso que é tua natureza nunca necessita de nenhuma bênção, ou qualquer coisa que possas mencionar, nem mesmo com-ciência   (awareness). Tudo isto é parte do mundo do fantasma. Nunca pode te fazer mais ou menos Isso que és. Portanto isto é o que aponta a expressão   «ser o que não podes não ser».


Ver online : KARL RENZ