Página inicial > Glossário > vontade

vontade

quinta-feira 10 de fevereiro de 2022

A maior dificuldade enfrentada em qualquer discussão sobre a Vontade é o simples fato de que não há qualquer outra capacidade do espírito cuja própria existência tenha sido questionada e refutada de forma tão consistente e por uma sucessão de filósofos tão eminentes quanto esta. O mais recente é Gilbert Ryle, [190] para quem a Vontade é um “conceito artificial”, que não corresponde a nada que jamais existiu e que cria enigmas inúteis como tantas das falácias metafísicas. Desconhecendo aparentemente seus ilustres predecessores, ele parte para refutar “a doutrina de que há uma Faculdade... da ‘Vontade’, e que, portanto, ocorram processos ou operações correspondentes ao que ela descreve como volições.” Ryle não ignora o “fato de que Platão e Aristóteles nunca mencionaram [volições] em suas frequentes e elaboradas discussões acerca da natureza da alma e das origens da conduta”, porque não estavam familiarizados, então, com a “hipótese especial [de tempos posteriores] cuja aceitação baseia-se não na descoberta, mas na pos-tulação de [certas] verdades fantasmagóricas.” [ArendtVE  :189-190]


LÉXICO: vontade; voluntarismo