PhiloSophia

PHILO = Apreço + SOPHIA = Compreensão

Version imprimable de cet article Version imprimable

Accueil > Oriente > Karl Renz (Tao:17) – Quando um poderoso governa

Karl Renz (Tao:17) – Quando um poderoso governa

mercredi 20 mai 2020

nossa tradução

Ser sempre sabe, como precisa ser
Quando um poderoso governa,
o povo mal sabe que ele está aí.
Os menores são amados e louvados,
outros menores são temidos,
outros menores são desprezados.

Só posso dizer : a propriedade de consciente [consciousness] sabe melhor do que ninguém o que há a fazer, assim ela realiza de novo em algum ponto ser a propriedade de consciente.

E ninguém, que pensa que existe, sabe como funciona. Também incluindo meu eu humilde. E isto acho maravilhoso. Ninguém sabe disto ! É um mistério perfeito. E esta absoluta propriedade de consciente sempre o conhece absolutamente melhor do que qualquer um que pensa que o conhece. Incluindo esta coisa aqui (Karl aponta para seu corpo). Isto é maravilhoso para mim. Alegria? absoluta. Nunca alguém pode saber disto. Nunca alguém pode compreender que nunca haverá um segundo. Porque nunca houve algum primeiro que pudesse ser compreendido. Para mim, isto é pura alegria. Nada traz este coração a brilhar assim e alegrar-se como isto !

E onde e como reconheceres isto, nunca será da mesma maneira do que para outra pessoa. Todo mundo? terá sua experiência única e pessoal. Sempre será diferente. E sempre levará a ISTO : à ausência ausência
Abwesenheit
Abwesung
absence
ausência
apousia
ἀποὐσία
de separação entre um sujeito e um objeto?.

E tantas possibilidades quanto existem humanos no mundo ou indivíduos, quanto caminhos existem para encontrar o caminho para fora desta individualidade. Portanto, não há caminho específico. Mas para cada um, o caminho justo. Ser sempre sabe como tem que ser.

Mas nenhum relativo mestre pode te dizer como deve ser. Assim e assim, e não diferente - isso é besteira !

É por isso que Jesus Jésus-Christ
Jesus Cristo
Jesus Christ
Jesús Cristo
Jesus
Jesús
Cristo
Christ
Ungido
Ointed
sempre aponta para a palavra viva. Cada assim chamado mestre aponta para a palavra viva. Não para livros mortos e histórias mortas. É a palavra viva que conta : onde aquilo que fala, fala para aquilo que é !

Original

Being always knows, how it needs be
When a mighty one rules,
the people barely knows that he is there.
Lesser ones are loved and praised,
other lesser ones are feared,
other lesser ones are despised.

I can only say : Consciousness knows better than anyone else what there is to do so it realizes again at some point to be consciousness.

And nobodyhere, who thinks that he exists, knows how it works. Also including my humble self. And this I find wonderful. Nobody knows it ! It is a perfect mystery. And this absolute? consciousness always knows it absolutely better than anyone who thinks he knew it. Including this thing here (Karl points to his body). This is wonderful to me. Absolute joy. Never can anyone know it. Never can anyone understand that there will never be any second. Because there has never been any first who could be understood. For me this is pure joy. Nothing brings this heart to shine like this and to joy as this !

And whenever and however you recognize this, it will never be the same way thanfor someone else. Everyone will have his unique, personal experience. It will always be different. And it will always lead to THIS : to the absence? of separation between a subject and an object.

And as many possibilities as there are humans in the world or individuals at all, as many paths there are to find the way out of this individuality. So there is no particular path. But for everyone the right one. Being always knows how it has to be.

But no relative teacher can tell you how it has to be. So and so, and not different - that’s bullshit !

That’s why Jesus always points to the living word. Each so-called master points to the living word. Not to dead books and dead stories. It is the living word that counts : where that which speaks, speaks to that, which it is !


Voir en ligne : TAO DE KARL