Página inicial > Antiguidade > Traço

Traço

quinta-feira 24 de março de 2022

      

Que as criaturas contêm um «traço» (ichnos  ) do Uno pode ser lido no Tratado 32 (Enéada V, 5, 10); todos participam a ele, sem no entanto possuí-lo, nem ser semelhantes a ele. Enquanto Bem ele é «o poder que é causa   da vida sábia e inteligente, de onde decorrem a vida e a Inteligência», ele é o princípio da substância e do ser – sem ser ele mesmo substância e ser – ; tudo vem dele. Ele é a causa do primeiro movimento  , sem se mover ele mesmo, e do repouso, do qual não tem necessidade   para ele mesmo.


Com efeito o Uno   é diferente de tudo o que vem dele e não se mistura com nada. No entanto de uma outra maneira pode estar presente   aos outros seres. Esta alteridade   não é algo que se adicionaira a ele pois neste caso não seria o Uno, mas seria dual ou múltiplo. Ele escapa a todo discurso e a toda ciência. Não há nele nada de acidental e ele é estranho a toda composição (Enéada V, 4, 1; Enéada V, 5, 10). Esta diferença   entre o Uno e todo o resto deve ser temperada pelo fato que o que vem do Uno porta   o «traço» do Uno.