Página inicial > Palavras-chave > Escritores - Obras > Silesius / Angelus Silesius / Johann Scheffler / Peregrino Querubinico / (...)

Silesius / Angelus Silesius / Johann Scheffler / Peregrino Querubinico / Voyageur chérubinique / Errant chérubinique

    

JOHANN SCHEFFLER ou ANGELUS SILESIUS (1624-1677)

A obra deste poeta místico   alemão é hoje em dia considerada por todos como uma das mais puras expressões do misticismo ocidental.

Nascido em uma família luterana de posses em 1624, em Breslau, onde recebeu uma fomação clássica, partiu em 1643 para estudar medicina   em Strasbourg, Leyde e Pádua. Doutor em filosofia e medicina, tornou-se médico do príncipe de Öls, frequentando círculos místicos e ligando-se a Abraham   von Franckenberg, díscipulo de Jacob Boehme  . Um ano após a morte de seu mestre, Scheffler converteu-se ao catolicismo em 1653, tomando o nome de Angelus Silesius («Mensageiro de Silésia»), passando a viver   em retiro   e silêncio   durante três anos, e publicando vários poemas. Ordenou-se padre   em 1661, escreveu panfletos contra os protestantes, continuando com sua obra poética. Morreu devido a ascese e a doença em 1677, deixando como legado coletâneas de poemas espirituais, dos quais destaca-se o Peregrino   Querubínico (1675).

Herdeiro da grande tradição   de Mestre Eckhart   e Johannes Tauler  , mas também de Jacob   Boehme, Angelus Silesius lhes deu uma expressão   poética ímpar, além de qualquer formulação confessional. Deus   é indefinível, ao mesmo Tudo e Nada, Ser e Nada. Diante de seu Criador, o homem   não é nada e no entanto nele somente, que é «à imagem de Deus», Este pode se contemplar. O homem deve assim abandonar-se totalmente, esvaziar-se de si-mesmo, para tornar-se aquilo que verdadeiramente é, um reflexo divino e deste modo eterno. O Peregrino Querubínico influenciou muitos filósofos alemães, sendo reconhecido como uma das formulações mais notáveis de um misticismo que supera toda e qualquer convenção  .

OBRA NA INTERNET: LIBRARY GENESIS

EXCERTOS DE:

  • Angelus Silesius. Le Voyageur chérubinique. Tr. Maël Renouard. Paris: Rivages, 2004
  • Angelus Silesius. Le Pèlerin Chérubinique. Tr. Camille Jordens. Paris: Albin Michel, 1994
  • Angelus Silesius. A Selection from the Rhymes of a German Mystic. Translated in the original meter By Paul Carus. London: Open Court, 1909

Angelus Silesius. Cherubinischer Wandersmann