Página inicial > Palavras-chave > Escritores - Obras > Origenes / Origène / Orígenes / Origen / Origen Adamantius / Origen of (...)

Origenes / Origène / Orígenes / Origen / Origen Adamantius / Origen of Alexandria

      

ORIGEN ADAMANTIUS DE ALEXANDRIA (184-253 dC)

LÉXICO DE FILOSOFIA

OBRA NA INTERNET: LIBRARY GENESIS; INGLÊS; Origène


Jean Danielou

Orígenes é juntamente com Santo Agostinho   o maior gênio do cristianismo antigo. Pode-se dizer que, em todos os domínios, ele marca   um momento decisivo. Ele é o fundador da ciência bíblica por suas pesquisas sobre as versões da Escritura, por seus comentários ao mesmo tempo   literais e espirituais dos dois   Testamentos. É ele quem constitui a primeira grande síntese teológica e quem, primeiro também, de maneira metódica, se esforça a explicar o mistério cristão. Ele é o homem   enfim que primeiro descreveu as vias de ascensão   da alma   em direção   a Deus   e fundou assim a teologia espiritual, de tal modo que podemos nos indagar em que medida ele não é o ancestral do grande movimento   monástico do século IV.

Sua influência foi imensa. Os séculos III e IV estão plenos de seus discípulos. Para só mencionar os maiores, Eusébio de Cesareia, seu sucessor na escola desta cidade, o fundador da história eclesiástica, é herdeiro de seu pensamento   e seu apologista decidido. Dídimo continua sua obra exegética e mística em Alexandria. Por Gregório o Taumaturgo, que foi seu aluno   e que é o apóstolo da Capadócia, a herança de seu pensamento se transmitiu aos Grandes Capadócios. Basilio e Gregorio de Nazianzo farão de fragmentos escolhidos de suas obras, que ainda possuímos, uma Filocalia  . Gregório de Nissa, rejeitando seus excessos, é o herdeiro mais inteligente de sua teologia do homem e de sua mística. Evagrio   o Pôntico, um dos maiores espirituais especulativos, depende estreitamente dele e amplia sua doutrina junto aos monges do Egito  . Por Evagrio, ela passará a Cassiano   e, como notou Dom Marsili, por Cassiano, ela passará aos monges do Ocidente (Giovanni Cassiano ed Evagrio Pontico, Roma, 1936). O grande doutor místico Máximo o Confessor terá um período origenista como mostrou o P. von Balthasar, Liturgie Cosmique, Paris 1948. No Ocidente, Rufino de Aquileia fará conhecer sua obra. Hilário de Poitiers e Ambrósio de Milão dependerão de sua exegese  .

Segundo Daniélou a dificuldade   de se conhecer o pensamento original de Orígenes está na perda de muitos de seus escritos e na mutilação que sofreram na tradução para o latim, feita por Rufino e Jerônimo. Há, portanto, necessidade   de se abordar com cautela os escritos de Orígenes, dos quais poucos restam no original em grego. (Origène. Paris: La Table Ronde, 1948)

Bernard McGinn

Orígenes foi o maior exegeta da igreja   nascente. Sua leitura espiritual da Bíblia continuou a influenciar pensadores posteriores, apesar da condenação de aspectos de seu ensinamento no século VI. Como Hans Urs von Balthasar  , um dos intérpretes modernos de Orígenes, disse, "Nenhuma figura é mais invisivelmente omnipresente na história da teologia cristã". Orígenes pode também ser descrito como o primeiro teólogo explicitamente místico. Enquanto o elemento   místico estava presente   na Cristandade desde o início, é com o mestre alexandrino que uma teoria   formal biblicamente baseada emerge pela primeira vez. Christian Mysticism


Na Internet: Grande parte de sua obra está disponível em forma digital na Internet, tanto em INGLÊS, como o "Contra Celso  " na tradução francesa em Origène. Acesse também: Origen; Origenes; Origène