Página inicial > Palavras-chave > Termos > Dike / Δίκη / δικαιοσύνη / dikaiosyne / δίκαιος / δικανικός / dikanikos / δικαστήριο / (...)

Dike / Δίκη / δικαιοσύνη / dikaiosyne / δίκαιος / δικανικός / dikanikos / δικαστήριο / dikasterio / justitia / ἀδικία / adikia / injustiça

    

gr. Δίκη, Díkê: deusa   da mitologia grega, personificação da justiça, ordem   e julgamento  , filha de Zeus   e Themis; compensação, processos legais, justiça. gr. ἀδικία, adikia: injustiça. dikaiosyne (he): justiça. Latim: justitia. Esse termo tem duplo significado: instituição ou justiça política; virtude, ou justiça moral. Os pensadores gregos preocuparam-se com esses dois   aspectos; em primeiro lugar, Platão   e Aristóteles  . Sinônimos empregados às vezes: díke; dikaiótes; díkaion (tó): justo, o que é justo. [Gobry  ]


Justiça também não é o pensamento   da justiça, mas é como uma disposição   do Intelecto, ou, melhor dizendo, um de seus atos, sua «face  » tem beleza verdadeira: «nem a estrela   da tarde, nem a estrela da manhã», nem qualquer coisa sensível   em geral, é tão bonita. Ela é como uma estátua intelectual que se ergueu de alguma forma fora dela mesma, que se manifesta nela mesma, ou melhor dizendo, que é nela mesma. [Plotino  , Enéada VI,6, 37-42]
gr. ἀδικία

O que desvirtua no homem   a possibilidade que lhe assiste é, por exemplo, a injustiça injustificada (ἀδικία). [CaeiroArete]

É dependendo das presenças da justiça justificadora (δικαιοσύνη) ou da injustiça (ἀδικία) na lucidez humana (ψυχή) que podemos saber do modo como passamos pela vida, se bem ou se mal [Rep.  , 353e10]. [CaeiroArete]

O modo como a injustiça (ἀδικία) faz surtir o seu efeito é idêntico ao de uma doença   que afeta o corpo mas que não o destrói. Pela sua presença  , não causa   imediatamente a morte ao homem sobre o qual incide a sua ação [Rep., 609c]. Não se morre de injustiça, nem em geral da presença em nós daquilo que impossibilita e desvirtua a vida humana (ψυχή). [CaeiroArete]