Página inicial > Glossário > alteridade

alteridade

quarta-feira 16 de fevereiro de 2022

gr. ἕτερον, héteron: o outro, alteridade. O par héteron/tautón (outro/mesmo) recebeu um conteúdo metafísico no Sofista   de Platão onde é mencionado entre os eídê mais importantes, ao lado do Repouso, do Movimento e do Ser (254b-256d). O Outro substitui em Platão o não-ser de Parmênides que foi concebido como o contrário do ser. Em Platão, o não-ser não é o contrário do ser, mas somente sua negação, quer dizer algo outro (Sof. 257b).


A terceira intenção filosófica explicitamente inclusa aqui no nosso título [O si-mesmo como um outro] encadeia-se com a precedente no sentido de que a identidade-ipse emprega uma dialética complementar daquela da ipseidade e da mesmidade, isto é, a dialética do si e do diverso do si. Enquanto ficamos no círculo da identidade-mesmidade, a alteridade do diverso do si não apresenta nada de original: “outro” figura, como pudemos [13] observar de passagem, na lista dos antônimos de “mesmo”, ao lado de “contrário”, “distinto”, “diverso” etc. Acontece exatamente de modo diferente se parearmos a alteridade com a ipseidade. Uma alteridade que não é — ou não é só — de comparação é sugerida pelo nosso título, uma alteridade tal que possa ser constitutiva da própria ipseidade. O si-mesmo como um outro sugere desde o começo que a ipseidade do si-mesmo implica a alteridade em um grau tão íntimo, que uma não se deixa pensar sem a outra, que uma passa bastante na outra, como diriamos na linguagem hegeliana. Ao “como” gostaríamos de ligar a significação forte, não somente de uma comparação — si-mesmo semelhante a um outro—, mas na verdade de uma implicação: si-mesmo considerado... outro. [RicoeurSCO  :13-14]
LÉXICO: alteridade; heteron; outro