Página inicial > Glossário > patológico

patológico

domingo 17 de outubro de 2021

A identificação da situação patológica sobre a qual assenta a compreensão dos enunciados em geral e dos de caráter filosófico em especial é, porém, mais dificilmente realizável do que a que surge no caso dos enunciados trágicos ou cômicos. Estes últimos podem ser postos à prova a partir da comparação de concretizações patológicas que são extremas e contrárias umas relativamente às outras, como a transformação de uma situação de compaixão (ἔλεος [eleos]) ou de outra vergonhosa (αἶσχος [aischos]), ambas formas de sofrimento (λύπη [lype]), respectivamente em regozijo (χάρις [charis]) e em risota (γέλως [gelos]), isto é, em formas de prazer (ἡδονή [hedone]). No caso dos escritos filosóficos, o paradoxo da situação hermenêutica não é, à partida, identificado de uma forma tão fácil. Aparentemente, os enunciados filosóficos trazem à expressão a própria coisa (αυτό τὸ πρᾶγμα [auto to pragma]), isto é, procuram verdadeiramente desvelar os seus temas e não mascará-los patologicamente. Assim, por exemplo, o conjunto de enunciados que foram pronunciados para desvelar a natureza da reprodução (μίμησις [mimesis]) são acolhidos como resultado do esforço de identificação da sua natureza (φύσις [physis]), sem qualquer outro objetivo que não seja o de mostrar o distanciamento da sua perspectiva relativamente às situações que retrata. A estes, enquanto tais, imputa-se-lhes um caráter de seriedade que nem os enunciados cômicos nem os enunciados trágicos [108] detinham. A característica de seriedade identificada é relevada da aparente «apatia» do intuito da sua revelação. O risco, porém, é o de a sua compreensão poder estar igualmente fundada na mesma situação patológica em que se encontram os enunciados trágicos e os cômicos, uma situação que pode não conseguir destruir a eficácia «afetiva» com que são acolhidos, e, assim, não deixar constituir a perspectiva a partir dos quais se pode determinar o seu sentido. Quer dizer, a criação da ilusão de serenidade e de solenidade desses enunciados são características que podem distorcer a compreensão da verdade do que está a ser dito. O verdadeiro acompanhamento do desvelamento da natureza da reprodução (μίμησις) pode conduzir à incompreensão global da situação normal de inteligibilidade. Platão pode, de fato, estar a criar a ilusão de anulação do caráter variegado (ποικιλία [poikilia]) das diversas situações da existência humana, e, no entanto, o que está a acontecer é só a criação dessa ilusão, como se o mero acolhimento passivo do que está a ser dito correspondesse a um verdadeiro acompanhamento da situação hermenêutica de que partimos. [CaeiroArete:108-109]


LÉXICO: patológico