Página inicial > Medievo - Renascença > Chittick (SPK:1.1) – Presença Divina (Ibn Arabi)

Chittick (SPK:1.1) – Presença Divina (Ibn Arabi)

terça-feira 4 de outubro de 2022

      

Na última análise, há apenas uma única presença conhecida como a Presença Divina (al hadrat al-ilahiyya), que compreende tudo o que existe. Ibn Arabi   a define enquanto Essência, Atributos e Atos de Allah   (II 114.14). Allah é conhecido como o nome de Deus “todo abrangente” (jami  ’), uma vez que somente ele designa Deus como Ele é em Si mesmo   no sentido mais amplo possível, não deixando nada de fora de Sua Realidade. Outros nomes, como Criador, Perdoador e Vingativo, o designam sob certos aspectos específicos de Sua Realidade.

A Presença Divina é aquele “local” onde Allah pode ser des-encoberto  , ou onde podemos afirmar que o que des-encobrimos é Ele. Inclui a Essência (dhat  ) de Allah, que é Deus em Si mesmo sem considerar Suas criaturas; os atributos (sijat) de Allah, também chamados Seus nomes (asma), que são as relações que podem ser discernidas entre a Essência e tudo que não Ele; e os atos (af’al), que são todas as criaturas do cosmos junto com tudo que delas aparece. Por isso, o termo “Presença Divina” designa Deus por um lado e o cosmos, na medida em que se pode dizer que é o locus   de Sua atividade  , por outro.

Ibn Arabi geralmente usa o termo presença para se referir à esfera   de influência de um dos nomes divinos  . Por exemplo, Deus é Poderoso, então a “Presença do Poder é tudo o que existe que está sob o domínio do Seu poder, incluindo toda a criação. Mas a Presença do Poder é mais restrita, por exemplo, do que a Presença do Conhecimento. Não importa quão poderoso Deus possa ser, Ele não pode ignorar o que Ele sabe. Essa maneira de pensar  , que impregna os escritos de Ibn Arabi, tem implicações de longo alcance para a especulação teológica.

Onde posso des-encobrir Deus?” Uma resposta   óbvia: onde quer que Ele esteja presente  . Mas como Deus está presente nas coisas? Deus certamente está presente através das propriedades de Sua Essência, que é Ele mesmo, Seu próprio Ser. Allah, Deus como descrito pelo nome abrangente, tem uma influência sobre tudo no cosmos. Tudo o que existe, pelo fato de existir, manifesta algo da Presença Divina, que por definição abrange tudo o que existe. Mas cada nome de Deus tem sua própria presença, o que significa que Deus se faz presente às Suas criaturas em várias modalidades. Em cada caso é Deus quem se revela, que está presente na coisa criada, mas Deus como o Abaser (al-mudhilt) não é o mesmo que Deus como o Exaltador (al-muizz). “Tu exaltas a quem queres e humilhas a quem queres” (Alcorão 3:26). Deus como o Doador da Vida (al-muhyi) não é o mesmo que Deus como o Matador (al-mumit). Deus abrange todas as coisas, mas alguns são exaltados e alguns humilhados, alguns vivos e alguns mortos.

“Onde posso des-encobrir   Deus?” Onde quer que Ele esteja presente, o que é em toda parte, pois todas as coisas são Seus atos. Mas nenhum ato é idêntico a Deus, que abrange todas as coisas e todos os atos, todos os mundos e todas as presenças. Embora Ele possa ser des-encoberto em todos os lugares, Ele também não é em lugar algum. Ele/não Ele.


Ver online : William Chittick – The Sufi Path of Knowledge