Página inicial > Antiguidade > Contra Celso IV 5

Contra Celso IV 5

domingo 20 de março de 2022

"Deus não cabe no mundo", segundo Celso
Mas depois temos outra dificuldade do prezadíssimo Celso. Não sei per que razão, ele nos argui sobre o que diríamos: "Deus em pessoa descerá sobre os homens". Seguir-se-ia, segundo ele, que "Deus abandona seu trono". Ignora a potência de Deus, ignora que "o Espírito do Senhor enche o universo, e que, unindo todas as coisas, sabe tudo o que se diz!" Celso não consegue compreender a palavra: "porventura não preencho eu o céu e a terra?" Não vê que, segundo a doutrina dos cristãos, todos nós temos em Deus "a vida, o movimento, o ser", segundo Paulo ensinou aos atenienses. Então, mesmo quando o Deus do universo desce por sua própria potência, cem Jesus, na existência humana; mesmo quando o Verbo, "no princípio com Deus" e Deus mesmo, vem até nós, não abandona seu lugar, não deixa seu trono, como se houvesse um lugar vazio, depois outro cheio com ele e que antes não o teria contido! Ao contrário, a potência e a divindade de Deus vêm por aquele que ele quer e no qual acha um lugar, sem qualquer deslocamento, sem deixar um posto vazio para ocupar outro. Como também não falamos em sentido local, quando dizemos que ele deixa ou habita alguém. Dizemos que a alma do ímpio, imerso no kakia - vício, é abandonada por Deus, e explicamos que a alma do homem que deseja viver, vive e progride na arete - virtude, é repleta ou se torna participante do Espírito divino. Para Cristo descer aos homens, para Deus se voltar a eles, não se faz necessário pensar que abandone um elevado trono, ou que mude as coisas cá de baixo, conforme pensa Celso ao escrever: "mudar as coisas cá de baixo seria revolucionar e destruir o universo". Se ocorresse dizer que se mudam coisas pela presença da potência de Deus e pela vinda do Verbo aos homens, diríamos sem hesitar: muda-se a perversidade em arete - virtude, a licenciosidade em enkrateia - temperança, a superstição em piedade, tudo isto que significa abrir a alma à vinda do Verbo de Deus.