Página inicial > Medievo - Renascença > Isaac Sirio Tratados Misticos 12

Isaac Sirio Tratados Misticos 12

domingo 20 de março de 2022

    

Traduzidos para o inglês por A. J. Wensinck, publicada em 1923 (livro raro)

TM11<=>TM13

XII QUE NÃO É BELO PARA O SERVO DE DEUS QUE RENUNCIOU O MUNDO E AVANÇOU EM BUSCA DA VERDADE, POR MEDO DE NÃO ENCONTRAR A VERDADE DESISTIR DE BUSCÁ-LA OU DO FERVOR QUE NASCEU O DESEJO DAS COISAS DIVINAS, OU DA INQUIRIÇÃO DE SEUS SEGREDOS MÍSTICOS QUE SÃO DESCRITOS MISTERIOSAMENTE. QUE, POR ESTA BUSCA, A MENTE PODE DESISTIR DA DISTRAÇÃO MALÉFICA E RECORDAÇÕES DE AFECÇÕES

Tradução de Izabel Carneiro da edição revisada

Existem três graus que constituem todo o caminho   do homem  : o grau de noviço - noviciado, o do mesos   - meio, e o da teleios   - perfeição. E, embora a mente   do primeiro esteja voltada - com todas as suas ocupações e recolhimentos - para a excelência  , ainda assim, ela está conectada com as afecções.

O segundo grau, o do mesos - meio, fica entre o psíquico - estado   de afecção e o pneumático - espiritual. Deliberações da direita esquerda - mão   direita e da esquerda ficam nele igualmente agitadas. Ademais, nem a fonte   de luz nem a das trevas   deixará de fluir ao seu lado, como já foi dito. Se (o monos   - solitário) cessa, mesmo que por um curto período de tempo  , de meditar sem descanso sobre os escritos espirituais, ou de pensar em coisas divinas até inflamar-se como fogo   por sua atração em direção   à verdade  , - junto com a exigência externa tão rigorosa quanto possível, o que inclui prudência   interior   e praxis   - obras suficientes — então, ele será varrido para o lado das afecções.

No entanto, se ele aumenta seu ardor - calor   natural na forma mencionada, sem desistir de buscar e questionar - inquirir, e se ele segue estas coisas de longe, sem as ver, com exceção de suas designações nas Escrituras, e se ele multiplica suas deliberações e domina-as por aquelas que não se inclinam para o lado esquerdo, e não recebe qualquer semente   de fantasias proveniente dos demônios em vez da verdade, mas, ao contrário, está desejoso, anseia e protege a si mesmo  , e suplica a Deus   em oração   fervorosa e persistente — então, tão logo agrade a Deus concedê-lo, Ele abrirá Seu portão diante dele. Especialmente, devido a sua humildade  , pois aos humildes os mistérios são revelados.

Se ele morre, no entanto, nessa expectativa  , sem ter visto aquele país a uma curta distância, acho que a sua herança será como a dos antigos justos, que esperavam a perfeição, segundo a palavra   do Apóstolo, mas não a viram, no entanto, trabalharam nesta expectativa toda sua vida e partiram. Agora, o que podemos dizer, se alguém não alcança (o grau que o habilita) para entrar na terra   prometida, que é o teleios - estágio do perfeito, e não encontra a verdade olho no olho, na medida em que a natureza seja capaz disso? Deverá ele então renunciar a isso (e permanecer) naquele estágio inferior   que está totalmente ligado ao do lado esquerdo? Ademais, porque não encontrou toda a verdade, deverá ele permanecer nesse estagio baixo que nem sequer sabe desejar essas coisas ou deverá ele elevar-se   até o mesos - estágio intermediário   mencionado, embora ele não olhe, por assim dizer, num espelho  , mas o espere à distância, e nesta expectativa será reunido a seus pais  ?

Mesmo que ele não seja considerado digno da plenitude   da graça   aqui, ainda assim, ele deverá ocupar sua mente   por intermédio de relações com a graça, à distância, e por sua influência estimulante ao longo de sua vida, ele deverá eliminar e afastar-se de más deliberações. Nesta esperança, estando seu coração   repleto de Deus, ele deverá partir deste mundo.


Ver online : Philokalia