Página inicial > Oriente > Huang Po – Conversações

Huang Po – Conversações

sexta-feira 26 de agosto de 2022

    

Um certo comissário do imperador da Chinam de nome Pei Sieou e adepto do budismo   Chan  , encontrou um dia do ano 842 o grande mestre de meditação   (dhyana  ) Si-yun do monte Houang-Po  . As palavras trocadas neste encontro foram anotadas em carnês e publicadas em dois   rolos depois de sua morte: (1) O essencial do método de transmissão   do espírito   e (2) A Coletânea de Wan-ling.

No primeiro documento, trata-se essencialmente da questão do «espírito uno» enquanto Realidade absoluta; do «não-espírito», enquanto Via; e da «silenciosa coincidência», enquanto entrada na Via. O segundo rolo se divide em duas partes cuja primeira é ainda de Pei Sieou, e cuja segunda, mais composta, oferece o interesse   de apresentar Houang-Po, em suas relações com outros mestres célebres de Chan de Hong-tcheou, assim como belas respostas a questões tratando de pontos práticos precisos.


O traço mais marcante desta conversação, a problemática mesma deste texto, é seu discurso sobre o inexprimível. Em dizendo o indizível, desdobra o fio de uma comunicação em sentidos infinitos. O mestre afirma, o mestre infirma... [Excerto   de Les entretiens de Houang-po]
PRÓXIMO

Ver online : Houang-po