PhiloSophia

PHILO = Apreço + SOPHIA = Compreensão

Version imprimable de cet article Version imprimable

Accueil > Oriente > Nisargadatta : sou atemporal e ilimitado

Nisargadatta : sou atemporal e ilimitado

vendredi 17 janvier 2020

Saliba & Marazzi

P : Há alguma conexão entre o espaço mental? e a morada suprema ?

M : O supremo dá existência? à mente. A mente dá existência ao corpo.

P : E o que há além ?

M : Dando um exemplo. Um venerável iogue, um mestre na arte da longevidade, com mais de mil anos de idade, vem me ensinar sua arte. Eu respeito e admiro sinceramente seus êxitos e, ainda assim, tudo o que posso dizer a ele é : De que me serve a longevidade ? Estou além do tempo. Por muito duradoura que seja a vida, é apenas um momento e um sonho. Do mesmo modo, estou além de todos os atributos. Eles aparecem e desaparecem em minha luz?, mas não podem descrever-me. O universo é todas as formas e nomes, baseado em qualidades e diferenças, enquanto eu estou além de tudo isto. O mundo? existe porque eu sou?, mas eu não sou o mundo.

P : Mas você está vivendo no mundo !

M : Isso é o que você diz ! Sei que existe um mundo, o qual inclui este corpo e esta mente, mas não os considero mais ‘meus’ que outras mentes e outros corpos. Eles estão aí, no tempo e no espaço, mas eu sou atemporal e ilimitado.

Original

Q : Is there any connection between the mental space and the supreme abode ?

M : The supreme gives existence to the mind. The mind gives existence to the body.

Q : And what lies beyond ?

M : Take an example. A venerable Yogi, a master in the art of longevity, himself over 1000 years old, comes to teach me his art. I fully respect and sincerely admire his achievements, yet all I can tell him is : of what use is longevity to me ? I am beyond [35] time. However long a life may be, it is but a moment and a dream. In the same way I am beyond all attributes. They appear and disappear in my light, but cannot describe me. The universe is all names and forms, based on qualities and their differences, while I am beyond. The world is there because I am, but I am not the world.

Q : But you are living in the world !

M : That’s what you say ! I know there is a world, which includes this body and this mind, but I do not consider them to be more “mine” than other minds and bodies. They are there, in time and space, but I am timeless and spaceless.


Voir en ligne : I AM THAT