Página inicial > Oriente > Taiji Princípios

Taiji Princípios

domingo 20 de março de 2022

      

Excertos traduzidos do livro "Taiji   Quan : Art martial - Technique de longue vie" de Catherine Despeux  
Princípios do Taiji aplicados ao Tai Chi Chuan   - Taiji quan

  • O símbolo do Taiji pode se aplicar ao universo   e todos os seres; é o princípio natural   do movimento   perpétuo: nascimento, crescimento, decrescimento, desaparecimento, da alternância do Yin   e do Yang. Todos os elementos   do universo, os maiores como as estrelas, e os menores como os átomos, se movem nas transformações do Yin-Yang. Logo o Taiji quan é mais que uma técnica corporal, é também uma prática unindo o céu, a terra   e o homem  , conforme o ideal do sábio tal qual expresso no Livro das Mutações   (I Ching): "O grande homem   une sua virtude eficiente àquela do céu e da terra, une a luz   àquela do sol e da lua  , ritma sua vida segundo as quatro estações" (Hexagramas  : Qian).
  • Todos os elementos do Taiji quan são classificados em Yin-Yang ou em termos complementários, seja nos movimentos, nos princípios de base, ou as partes do corpo. Assim o dorso é Yang, o ventre Yin; o antebraço e o dorso da mão são Yang, os punhos e os cotovelos são Yin; a face   é Yang, a nuca é Yin; o lado esquerdo é Yang, o lado direito Yin, etc.
  • Quando se trata de pés e mão em movimento, pode-se falar de "pleno" (shi) e de "vazio  " (xu). Um dos princípios essenciais do Taiji quan é saber discernir o pleno do vazio. O vazio é Yin, o pleno Yang. Diz-se que um pé é pleno quando a maior parte ou a totalidade do peso do corpo se porta   sobre ele (assim, pé esquerdo pleno e direito vazio, significa 70% do peso do corpo sobre o pé esquerdo e o restante sobre o direito); do mesmo modo deve-se estar sempre fluindo sem repartir igualmente o peso sobre os dois   pés, o que se denominaria de "duplo peso" (shuang zhong). Vale o mesmo para mão quando acompanha os pés, ou, em termos de Yin-Yang, a mão a frente seria Yang, atrás Yin; a mão no alto Yang, em baixo Yin.
  • Termos complementares servindo como definição dos movimentos: mobilidade/imobilidade, flexibilidade/rigidez, abertura/fechamento. Entretanto sempre em meio ao Yang se tem algo de Yin, e vice-versa. A flexibilidade tem uma relevância maior, dado que "A flexibilidade de todas as coisas predomina sobre a rigidez de todas as coisas" (Matgioi   Tao   - Tao Te Ching  ).
  • O fechamento (Yin) e a abertura (Yang) designam não somente os movimentos abertos e fechados, mas também duas formas complementares de energia ou de força interior: a energia aberta e a energia fechada, a primeira comportando a ideia de expansão para o exterior, a segunda a ideia de recolhimento e concentração sobre si.