Página inicial > Modernidade > Baader Fermenta 1.5

Baader Fermenta 1.5

domingo 20 de março de 2022

      

Da mesma forma, pelo que foi dito, não há para o homem   virtude   toda pronta, também não há verdade   acabada. E mesmo que o homem tivesse permanecido fiel a seu estado   paradisíaco ou de inocência de um conhecimento dado, teria sido obrigado por uma atividade   própria que desenvolveria, de fazer tomar substância nele para esta ciência dada simplesmente em princípio e que por conseguinte se encontra ainda nele em potência somente. Do mesmo modo, precisaria, pelo fato de ter se dado ao erro  vaidade  ), de reconstruir de novo nele esta verdade, e somente por uma destruição sucessiva deste erro   precisamente. Fica claro que ele não pode exercer esta função por uma ação pessoal somente e sem o socorro de uma ação liberadora, assim como, de acordo   com o parágrafo precedente, sem esta ação liberadora no momento de escolher entre o bem e o mal, ele não seria capaz de uma tal escolha  .

A crença, enquanto imagem espiritual de Deus  , é em sua essência própria, no estado primitivo, uma simples vontade, e esta vontade é uma semente   que o espírito   de fogo   (enquanto alma  ) deve semear na liberdade de Deus, e assim cresce uma árvore saída da mesma semente (na liberdade), e a alma dela se nutre e ela apazigua sua vida ígnea, etc. (Jacob Boehme  , Encarnação de Cristo  , III.2.1). A vontade que deve ser mobilizada é em seguida, enquanto tal, matéria espiritual, espírito não configurado, assim como o espírito é vontade configurada, e toda inteligência   recebeu por assim dizer uma parcela da Água-mãe (pois tudo origina da vontade como da água e do sangue   e subsiste por eles) a fim de ajudá-la a se transformar em espírito. Eis porque o homem deve retirar sua vontade já transformada em espírito de seu tesouro terrestre onde operou esta transformação  ; e para tal ele deve fundir esta forma no fogo (na dor  ) e reconduzi-la ao estado fluido de vontade a fim de que possa imergi-la no mistério de Deus. E assim como esta constituição se operou na alegria  , a destituição deve se operar na dor  .