Página inicial > Antiguidade > Jo 1,7

Jo 1,7

domingo 20 de março de 2022

    

Ele vem como Testemunha (martys) para dar testemunho (martyrese) à Luz, A fim de que todos a ela adiram (pistis   - pisteusosin) com ele.
Cristologia
Erígena: Eriugena Testemunha - TESTEMUNHO DA LUZ

Jean-Yves Leloup  : EVANGELHO DE JOÃO

O grego « martys » = testemunha, que dará a palavra « mártir », traduz as palavras hebraicas da família « he-id »: atestar a verdade de ...

O papel de João, é portanto de testemunhar de todo seu ser, de atestar com seu corpo, sua afetividade, sua inteligência   que a Luz   existe, a fim de que os outros possam a ela aderir, experimentá-la com ele.

Os mártires, as testemunhas, são aquele que manifestam, que atestam a vida do Ressuscitado neles, o Amor mais forte   que a morte. O verbo grego « pistis - pisteuein », que traduzimos geralmente por « crer », fé - ter fé, tenta traduzir o verbo hebreu « aman », que dará « amin » (ou Amém - Amen, o que resta de latim em nossas (Liturgia - Liturgias, é do hebreu!). « Amin » significa: « estar certo da verdade de... se fazer um com... aderir ».

Traduzimos frequentemente no Evangelho de João a « pistis », a fé, pela « adesão » ou a « aderência » para bem significar a ligação vital e a sensação de certeza   que implicam a fé em sua pregnância original.

João Batista vive da Luz a qual está voltado. Ele não faz senão Um só com Ela, como o Verbo - Logos   não faz senão Um com Deus  , e neste movimento   de « adesão » ou de « aderência », ele leva os outros a aderirem a ela com ele, e aí participar com ele.