Página inicial > Medievo - Renascença > Máximo, o Confessor — Centúrias sobre a Caridade

Máximo, o Confessor — Centúrias sobre a Caridade

sábado 30 de julho de 2022

    

Tradução em grande parte feita a partir da versão inglesa da Philokalia  , mas eventualmente utilizada a versão francesa. A tradução de cada centúria foi organizada em 4 páginas de 25 itens cada uma, para facilitar a leitura na Internet. Recomendamos uma tradução em português feita por Carlos Ancêde Nougué e Clarice Rodrigues, publicada pela Landy Editora.


Prólogo

Com o Tratado sobre a vida ascética, eis ainda, Padre   Elpidios, uma obra sobre o amor que envio a vossa honra  , em quatro centúrias: tanto quanto os evangelhos  . Não responderá talvez a vossa expectativa  , pelo menos fiz o que pude. De resto, que vossa Santidade   o saiba, não é um fruto   de meu pensamento  : percorri as obras dos santos padres, e recolhi extratos que conduzem o espírito   ao meu tema. Frequentemente, resumi sentenças breves de longos desenvolvimentos, para que, mais fáceis a reter, possam ser apreendidas de um só olhar. Envio este livro a vossa Santidade, lhe pedindo que o leia com benevolência  , sem buscar outra coisa que o proveito, de esquecer a deselegância de meu estilo e de orar pelo pobre   homem   que sou  , tão destituído de utilidade espiritual. Peço-vos, ainda, que não creia que escrevi isto para quebrar a cabeça: fiz apenas executar uma ordem. (Se vos falo assim, é que hoje somos numerosos a quebrar a cabeça por conta da teoria  . Mas a instruir os outros e a nos instruir pela prática, muito raro.) Ao contrário, aplica-vos com todas as forças a cada uma das sentenças. Pois não são todas, creio eu, fáceis a apreender para todos; mas a maior parte tem frequentemente necessidade   de uma longa explicação, mesmo se a expressão   parece muito simples. Talvez também elas vos revelarão algum utilidade secreta para a alma  . Mas isto será inteiramente o efeito da graça   de Deus   e de uma leitura isenta de toda curiosidade, plena de temor a Deus e de amor. Mas para aquele que somente busca a utilidade espiritual, e que em lugar de se esforçar como acabo de dizer ou de uma maneira análoga, disseca as frases com a finalidade de criticar o autor, e, por orgulho  , estabelecer uma comparação   vangloriosa para seu próprio   saber, nada de útil se manifestará jamais em parte alguma.



Ver online : MÁXIMO, O CONFESSOR