Página inicial > Antiguidade > Gregorio Nissa Vias

Gregorio Nissa Vias

domingo 20 de março de 2022

      

Original nosso site francês
As Três Vias (resumo)
Classificação das etapas de ascensão   espiritual, comum às tradições cristã e pagã da antiguidade  . A de Orígenes   se destaca por sua influência: a "philosophia  " compreende três grandes etapas: a praktike   - praktike theoria  , a theoria - physike theoria e a theologia  .

O termo da primeira é a apatheia   (a perfeita pureza   e caridade pela observação   dos mandamentos); o da segunda é o bom uso de todas as coisas através de uma consideração   religiosa do mundo e a persuasão   da vaidade   de todo o visível  ; por último, o da terceira, tem por objeto a "contemplação do divino  ".

Estas vias se associam em Origenes - Orígenes, respectivamente, aos Livros de Salomão  : os Provérbios à praktike theoria, o Eclesiastes à physike theoria e o Cântico dos Cânticos à theologia.

Em Gregório de Nissa não se encontra uma classificação sistemática, porém pode-se distinguir   etapas: No Comentário dos Salmos, onde a Virtude   divide-se em três partes: allotriosis   ton kakou, o princípio (arche  ), em seguida a “meditação” (melete) das coisas elevadas e divinas e por último a perfeição (katartismos) na “semelhança   a Deus  ” — homoiosis pros to Theion.

“Nos primeiros Salmos a beatitude   consistia na renúncia ao mal — to apostenai ton kakon   - kakou — sendo beatificado o conhecimento do bem — to epignonai to agathon  . Gregório parece se aproximar da classificação de Orígenes, onde melete indica a primeira via, na qual o Livros dos Provérbios é a base da praktike - praktike theoria. Nós encontramos na Gregorio Nissa Moises - Vida de Moisés, no episódio da Sarça Ardente, uma figura da iluminação que tem lugar no início da vida espiritual: “Moisés se aplica, no recolhimento (hesychia  ) a altas meditações (hyphelais meletais)”.

Por outro lado a homoiosis pros to Theion é uma expressão   geral que não é suficiente para especificar tal etapa da vida espiritual, pois dela designa o objeto global. O primeiro Salmo “aconselha a renúncia do mal — apostenai tou kakou -, a se estabelecer no bem e se assemelhar a Deus — homoiosis to Theou — tanto quanto se possa”. Isto tudo pode assim estar se referindo ao término da primeira via, que é a apatheia, e não ao termo da vida espiritual. A “filosofia prática” tem por objeto a recuperação da eikon  , a imagem divina, pela apatheia — o assemelhar-se a Deus” tem precisamente por meta esta restauração  . Razão   pela qual Gregório faz da homoiosis a essência   do Cristianismo, e não um aspecto da vida espiritual.

Interessantes as expressões: "separação   do mal" (aposthenai); "estranhamento ao mal" (allotriosis); "afastamento   do mal" (anakoresis tou kakou). Estamos em presença do início da vida espiritual, do começo da primeira etapa. A melete e a homoiosis são momentos sucessivos desta etapa, a melete enquanto luta   contra as pathos - pathe e a homoiosis correspondendo à apatheia, termo da praktike theoria.


Ver online : Philokalia