Página inicial > Medievo - Renascença > Erígena: A Voz da Aguia

Erígena: A Voz da Aguia

domingo 20 de março de 2022

    

A voz da águia espiritual ressoa na igreja  . Possam nossos sentidos exteriores apreender seu som   transiente, possa nosso espírito   interior   penetrar seu permanente sentido.

Esta é a voz do pássaro de voo alto — não do pássaro que eleva-se acima do ar material ou acima do éter  , orbitando todo o mundo sensível   — mas a voz do pássaro espiritual que, com asas muito rápidas da teologia mais interior e intuições de brilhante e altiva contemplação  , transcende toda visão   e voa além de todas as coisas que são e que não são.

Pelas coisas que são, quero dizer as coisas que de todo não escapam à percepção, seja angélica ou humana, posto que vêm depois de Deus   e porque seus membros não transcendem o que foi confeccionado pela única causa   de tudo. E pelas coisas que verdadeiramente não são, me refiro aquelas que realmente ultrapassam os poderes de toda compreensão  .

O abençoado teólogo João portanto voa além não apenas do que pode ser pensado e falado, mas também além de toda a mente   e sentido. Exaltado pela voo inefável de seu espírito   além de todas as coisas, ele entra dentro do próprio   arcano do princípio único. Lá ele claramente distingue a unidade   superessencial e a diferença   supersubstancial   do início e o Verbo   — ou seja, do Pai   e do Filho — ambos incompreensíveis, e inicia seu Evangelho dizendo: No princípio era o Verbo.


Ver online : HOMILIA SOBRE O PRÓLOGO DE JOÃO