Página inicial > Medievo - Renascença > Isaias Guarda Nous

Isaias Guarda Nous

domingo 20 de março de 2022

      

1. Há na nous - inteligência, a orge   - cólera conforme à natureza (que se permite) contra as pathos   - paixões. E sem orge - cólera, não haveria katharotes - pureza   no homem  , se ele não se irritasse contra tudo aquilo que é semeado nele pelo diabolos   - Inimigo  . E quando Jó a experimentou, injuriou seus echthros - inimigos dizendo-lhes: "Infames e desprezíveis, destituídos de todo bem, vós que não julgo dignos de se misturar aos cães de meus rebanhos". Aquele que quer alcançar a orge - cólera conforme a natureza, deve fazer recuar todas as suas vontades, até estabelecer-se no estado   natural   da nous - inteligência.

2. Se, estando a antirrhesis   - repelir a diabolos - Inimizade, a vês enfraquecer diante de ti e bater em retirada, que teu coração   não se alegre, pois a malícia   dos daimonion   - demônios está sob ela. Eles preparam, com efeito, uma agon - guerra pior que a primeira; eles a deixam atrás da cidade lhe recomendando não se mover; e se te levantas para ir a seu encontro, fogem diante de ti por fraqueza  . Se então teu coração se eleva por tê-las perseguido e se deixas a cidade, aparecem por detrás, outros pela frente e deixam a infeliz alma   no meio deles sem fuga   possível. (Jos, 8). A cidade é a euche   - oração. A antirrhesis - resistência é a réplica pelo Cristo   Jesus. A marcha é a orge - cólera.

3. Mantenhamo-nos portanto, bem-amados, no phobos   - temor a Deus  , guardando e observando a praktike   - prática das arete   - virtudes, sem escandalizar nossa consciência mas nos nepsis   - vigiando no phobos - temor de Deus, até que a consciência se libere ela mesma conosco para realizar a união   entre ela e nós; e então ela será nossa guardiã, que nos mostrará cada ponto sobre o qual falhamos. Mas se nós não lhe obedecemos, ela se afastará de nós e nos abandonará, e cairemos nas mãos de nossos echthros - inimigos e estes não nos farão concessões, como nos ensinou nosso Mestre quando disse: (Mt   5,25 ) Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho   com ele; para que não aconteça que o adversário te entregue ao guarda, e sejas lançado na prisão. Diz-se que a consciência é um adversário, porque se opõe ao homem quando ele quer realizar as vontades de sua sarx   - carne, e se o homem não a escuta, ela o entrega a seus echthros - inimigos.

4. Se Deus vê que a nous - inteligência lhe está submissa em toda sua força e que ela não tem outra sustentação que Ele apenas, Ele a fortifica dizendo: Não temas, ó bichinho de Jacó, nem vós, povozinho de Israel  ; eu te ajudo, diz o Senhor, e o teu redentor é o Santo de Israel (Isa 41,14), e ainda: Mas agora, assim diz o Senhor que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo  , não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Porque eu sou   o Senhor teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador  . (Isa 43,1-3)

5. Logo que a nous - inteligência ouve esta palavra de certeza  , desafia a diabolos - inimizade dizendo: (Isa 50:8) Perto está o que me justifica; quem contenderá comigo? Compareçamos juntamente; quem é meu adversário? Chegue-se para mim  . (50:9) Eis que o Senhor DEUS me ajuda  ; quem há que me condene? Eis que todos eles como roupas se envelhecerão, e a traça os comerá.

6. Se teu kardia - coração detesta verdadeiramente o hamartia - pecado, ele o terá vencido e se afastará de tudo que o faz nascer em ti.

7. Fechar as portas da alma, os sentidos, para não cair devido a eles. A inteligência submissa a ninguém se prepara para imortalidade  , reunindo os sentidos e fazendo deles um só corpo.

8. Inteligência liberada de toda elpis   - esperança do mundo das coisas visíveis, sinal de pecado morto em ti.

9. Inteligência liberada, desaparecimento daquilo que há entre ela e Deus.

10. Inteligência liberada de todos os inimigos, celebrando o sabá, ela está em outro mundo, pensando em coisas novas e incorruptíveis. (Mt 24:28) Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias.

SEGUE: Isaias Guarda Nous 11-20 - §§11-20; Isaias Guarda Nous 21-27 - §§21-27


Ver online : Philokalia