Página inicial > Oriente > Chuang Tzu – três pela manhã

Chuang Tzu – três pela manhã

domingo 21 de agosto de 2022

    

Amoroso Lima

Toda vez que gastamos nossas mentes, apegando-nos teimosamente a uma visão   parcial das coisas, recusando uma concordia mais profunda entre este ou aquele contrário que o complementa, temos o chamado «três pela manhã».

O que vem a ser esse «três pela manhã»?

Um domador de macacos dirigiu-se a eles e disse-lhes:

«Quanto às suas castanhas, vocês terão três quantidades pela manhã, e quatro à tarde».

Ouvindo isso, os macacos ficaram com raiva  . Então, o domador lhes disse: «Está bem, neste caso, eu lhes darei quatro pela manhã e três à tarde». Ouvindo isso, os macacos ficaram satisfeitos.

As duas sugestões eram equivalentes, pois o número das castanhas não se alterava. Mas, em uma delas os macacos ficavam descontentes e, na outra, ficavam satisfeitos. O domador teve vontade de modificar a sua sugestão pessoal, de modo a satisfazer às condições objetivas. E nada perdeu com isso!

O verdadeiro sábio  , considerando todos os lados da questão imparcialmente, vê-os todos à luz do Tao  .

A isto chama-se seguir dois   cursos de uma só vez.

Merton (original)

When we wear out our minds, stubbornly clinging to one partial view of things, refusing to see a deeper agreement between this and its complementary opposite, we have what is called “three in the morning.”

What is this “three in the morning?”

A monkey trainer went to his monkeys and told them:

“As regards your chestnuts: you are going to have three measures in the morning and four in the afternoon.”

At this they all became angry. So he said: “All right, in that case I will give you four in the morning and three in the afternoon.” This time they were satisfied.

The two arrangements were the same in that the number of chestnuts did not change. But in one case the animals were displeased, and in the other they were satisfied. The keeper had been willing to change his personal arrangement in order to meet objective conditions. He lost nothing by it!

The truly wise man, considering both sides of the question without partiality, sees them both in the light   of Tao.

This is called following two courses at once. (Tao-Te-Ching-56) [ii. 4.]


Ver online : CHUANG TZU