Página inicial > Antiguidade > Aristóteles: Da Alma - Livro III

Aristóteles: Da Alma - Livro III

sexta-feira 25 de março de 2022

      

Excerto   de Aristóteles, Sobre a Alma  . Tr. Ana Maria Lóio. Lisboa: Imprensa Nacional, 2010, p. 21-23)

LIVRO III
A sensibilidade  .
Faculdades   da alma relacionadas com o pensamento  .
A faculdade do movimento  .
Faculdade nutritiva, sensibilidade do animal  .

SENSIBILIDADE
1 Existência de um sexto sentido; sentido comum
Inexistência de outro sentido além dos cinco   estudados, especificações de um sentido comum.
Funções deste sentido: percepção dos sensíveis comuns, dos sensíveis por acidente e da própria percepção sensorial; discriminação entre objectos de dois   sentidos.

2 O sentido comum
Estudo do sentido comum.
Identificação da actividade do sensível com a do sentido.
O sentido como uma proporção.
A distinção entre os objectos dos diversos sentidos.

FACULDADES DA ALMA RELACIONADAS COM O PENSAMENTO
3 Imaginação  : como se relaciona com a sensação
Diferenças definidoras da alma: percepcionar diferente de pensar.
Investigação da natureza da imaginação e, em particular, de como se relaciona com a sensação.

4 Entendimento e entender
O entendimento como a parte da alma pela qual se conhece e pensa, e aquilo com o qual discorremos e fazemos suposições.
Questões a respeito da natureza do entendimento.

5 Entendimentos activo e passivo
Diferenciação dos entendimentos activo e passivo: suas funções e peculiaridades.

6 A apreensão dos indivisíveis
Relação do pensamento sobre os indivisíveis com aquilo acerca do qual não existe o falso.
Os sentidos em que algo é dito indivisível.
O problema da sua apreensão.

7 A faculdade que entende
Relação entre imaginação e entendimento.
Questões sobre a apreensão de diferentes objectos.

8 Entendimento, imaginação e sensação
Identificação da alma com todos os seres: entendimento e sensação.
Relação entre entendimento e imaginação.

O MOVIMENTO DOS SERES ANIMADOS
9 Parte da alma que move
Parte da alma que move: separabilidade, identificação com uma das faculdades já estudadas. As partes da alma que não são responsáveis pelo movimento.

10 Desejo e entendimento
Origem do movimento: faculdade desiderativa e entendimento prático.
O desejo.
Factores implicados no movimento.

11 Implicação de outras faculdades
Questões relativas ao movimento dos animais imperfeitos.
A faculdade que move: implicação das faculdades deliberativa e científica no movimento.

A FACULDADE NUTRITIVA E A SENSIBILIDADE
12 Necessidade   da nutrição e da sensibilidade
Necessidade da faculdade nutritiva no ser vivo.
Carácter necessariamente compósito do corpo do animal.
Necessidade da sensibilidade no animal, e primeiramente do tacto.

13 Necessidade do tacto, finalidade dos sentidos
Necessidade do tacto, sem o qual não existem outros sentidos.
Carácter necessariamente compósito do corpo do animal.
Explicação teleológica dos sentidos.


Ver online : ARISTÓTELES