Página inicial > Antiguidade > Pitágoras

Pitágoras

sexta-feira 25 de março de 2022

    

Escritos na Internet
Depósito Internet Archive


I. - Vida de Pitágoras [1]

Nasceu em Samos, cerca de 500 a.C. Teria ido ouvir   Anaximandro   a Mileto e Tales teria visto nele um gênio superior ao seu. Tradições muitas vezes tardias atribuem a Pitágoras viagens ao Egito  , à Babilônia ( onde teria encontrado Zoroastro  ), às Índias, etc. Zeller considera lendárias tais viagens, enquanto Chaignet pensa que a viagem   ao Egito não poderia ser posta em dúvida. Seja como for, Pitágoras deixou Samos, desembarcou em Síbaris e partiu a pé para Crotona. Começou a pregar e atraiu a si muitos discípulos. Funda uma comunidade de homens, mulheres e crianças, na qual os bens são postos em comum, se ensina a concórdia e se exige segredo. A influência de Pitágoras na vida da cidade é considerável. Numerosas lendas envolvem a sua pessoa  : seria filho   de Apoio, faria milagres, recordaria as existências anteriores, goraria do dom de se deslocar instantaneamente.

Depressa atrai sobre si a ira   do povo, que lhe censura o carácter aristocrático e secreto. A revolta   popular estala e os Pitagóricos são massacrados.

Segundo uma tradição  , Pitágoras foi queimado; segundo outra, refugiou-se no Metaponto, onde faleceu. Quando a paz   voltou, foi permitido aos Pitagóricos o regresso a Crotona, mas tiveram de alterar   a constituição da sua sociedade. No século IV a.C., Aristóxenes de Tarento teria conhecido os últimos representantes da escola. Pretende-se, por fim, que Filolao teria traído os segredos da seita   e vendido a Dinis de Siracusa, ou a Dione  , três livros contendo a doutrina   esotérica, livros que Platão teria lido ou comprado, quando da sua primeira viagem à Sicília e dos quais se teria servido no Timeu  .

II. - A ordem   pitagórica

Em Crotona, a expressão   «os Pitagóricos» não designa apenas uma escala, mas um partido, oposto ao dos ciclonianos. Daí os ódios e as querelas. O pitagorismo é, com efeito, uma sabedoria   que se estende a todos os domínios, tanto do conhecimento como da religião, da estética ou da política. O recrutamento dos adeptos era feito com cuidado  , segundo o aspecto, o modo de andar, os hábitos e inclinaç5es dos candidatos. A primeira iniciação   durava de dois   a cinco   anos e compreendia várias provas (diapeira). O noviço era submetido à prova do silêncio   (echemythia), limitando-se a escutar as lições do mestre, sem pedir qualquer explicação. Provém daí o nome de akousmatikoi (acusmáticos) atribuído aos principiantes. Durante esta primeira iniciação, os alunos não viam o mestre, do qual estavam separados por uma cortina. Daqui provém o nome de oi exo, os exotéricos. Em seguida, os neófitos passavam à categoria de matemáticos e, libertos do silêncio, deviam ensinar  . Vinham, por último, os físicos, que estudavam os fenômenos da natureza. As mulheres são admitidas na ordem. Todos os membros devem obediência absoluta e o autos   epha (foi Ele quem disse) serve de referência suprema. A seita apresenta todas as características de uma ordem monástica: passeio e oração   pela manhã, jejuns frequentes, interdição de qualquer alimento animal  , interdição de qualquer sacrifício religioso, por fim, proibição de comer favas, por um motivo que nunca chegou a ser verdadeiramente esclarecido. Alguns pretendem mesmo que a ordem tenha adotado uniforme, composto de uma veste   de lã ou linho branco.

Terminemos, sublinhando que se levantam diversos problemas importantes, mas insolúveis. Adotaram os Pitagóricos as máximas e os usos das seitas órficas ou as seitas e mistérios órficos provieram da sociedade pitagórica? Josefo pretende que a seita judaica   dos Essênios seguia um gênero   de vida inspirado no pitagorismo. Creuzer pensa que não houve influência, mas apenas analogias, que se explicariam remontando às fontes persas, onde Pitagóricos e Essênios teriam igualmente bebido. (Jean Brun  , «PRÉ-SOCRÁTICOS»)


[1Fontes: JÂMBLICO (séc. IV d.C.), Sobre a Filosofia de Pitágoras; HIÉROCLES (séc. V d.C.), Comentário sobre os Versos Dourados de Pitágoras.