Página inicial > Antiguidade > Poema de Parmênides - Fragmento 7

Poema de Parmênides - Fragmento 7

quinta-feira 24 de março de 2022

      

EUDORO DE SOUSA  

7. «Que ’o que não é’ seja, jamais será demonstrado. Mas tu, afasta teu pensamento   desta via, e não consintas que o muito experimentado costume   te induza por tal caminho  , teus olhos sem fito, teu ouvido ecoante e tua língua. Não, decide tu mesmo, pelo próprio   pensamento, a tão discutida prova que eu te propus.»


BARBARA CASSIN

Pois jamais isto não será dominado: ser dos não-entes.
Tu, afasta portanto teu pensamento desta via de investigação,
e que um hábito   às inúmeras experiências não te force ao longo desta via
a agitar um olhar sem meta, uma escuta ruidosa de ecos
e uma língua, mas julgue pelo dizer desta prova aos numerosos combates
tal qual eu o enunciei.


PETER KINGSLEY  

Deste caminho de investigação afaste tua mente  .
E não deixe o hábito tão experienciado forçar-te a
guiar   teus olhos cegos e ecoando ouvido e
língua ao longo deste caminho, mas julgue em favor da
altamente contenciosa demonstração da verdade  
contida nestas palavras como ditas por mim.


Ver online : PARMÊNIDES