Página inicial > Antiguidade > Primeiro

Primeiro

quinta-feira 24 de março de 2022

A produção dos seres a partir do Uno se faz através de uma hierarquia. Segundo a Enéada V, 4, 1 há depois do Primeiro um Segundo ao qual participam todos os seres que seguem: não é nomeado aqui a Inteligência. Em seguida um Terceiro, não ainda chamado Alma do Mundo, que se relaciona ao Segundo como este ao Primeiro. Muitas características deste Primeiro são aqui desenvolvidas: o Primeiro é perfeito, o mais perfeito de todos, o mais poderoso de todos os seres. Todos os outros poderes o imitam como podem. Tudo aquilo que chaga à perfeição, trate-se do Uno ou dos seres que lhe são inferiores não suporta permanecer só nele mesmo e então engendra ou produz: isso vale também para os seres que têm uma vontade assim como para aqueles que são sem vontade, como o fogo que aquece ou a neve que resfria. Cada ser imita assim aquele que é o primeiro em eternidade (aidioteta) e bondade. Assim age portanto o Primeiro Bem, o mais perfeito, sem se recusar ao que o segue por inveja ou por impotência. Há um Segundo que vem dele e pelo qual os outros vêm à existência. Se o Primeiro é o mais venerável, é preciso que o Segundo também seja melhor que aqueles que dele têm sua existência.