Página inicial > Antiguidade > Fedro 249b-249d — Reminiscência das Ideias

Fedro 249b-249d — Reminiscência das Ideias

quinta-feira 24 de março de 2022

      

A alma   que não evoluiu e nunca contemplou a verdade não pode tomar a forma humana. A causa   disso é a seguinte: a inteligência do homem   deve se exercer de acordo com aquilo que se chama Ideia; isto é, elevar-se   da multiplicidade das sensações à unidade   racional. Ora, esta faculdade nada mais é que a reminiscência das Verdades Eternas que ela contemplou quando acompanhou a alma divina nas suas evoluções. Por isso, convém que somente a alma do filósofo tenha asas: nele a memória, pela sua aptidão, permanece sempre fixada nessas Verdades, o que o torna semelhante a um deus  . É apenas pelo bom uso dessas recordações que o homem se torna verdadeiramente perfeito, podendo receber   em alto grau as consagrações dos mistérios. Um homem desses se desliga dos interesses humanos e dirige seu espírito para os objetos divinos; a multidão o considera louco, sem perceber que nele habita a divindade  .