Página inicial > Antiguidade > erotikoi

erotikoi

quinta-feira 24 de março de 2022

Descrevendo em modo mítico a “queda” das almas nos corpos, o Fedro   (248c) situava no mais baixo nível aquelas que cabem aqui em baixo aos tiranos e aos sofistas, em um nível muito pouco superior aquelas dos magos e dos poetas (entendidos como profissionais da “imitação”), dos artesãos e dos cultivadores, dos adivinhos, dos atletas e dos médicos — sensivelmente mais alta aquelas dos servidores honestos da coisa pública, guerreiros corajosos e soberanos que respeitam as leis   — em primeiro nível enfim aquelas que, beneficiando Acima, antes de sua queda, de uma mais rica visão do Bem, animam naturalmente aqui em baixo os amigos da sabedoria e da beleza, os amamentados das Musas e os verdadeiros amantes (erotikoi). [Maurice de Gandillac  ]