Página inicial > Arte e Simbolismo > Benedito Schleiermacher

Benedito Schleiermacher

terça-feira 22 de março de 2022

Benedito Nunes — Hermenêutica e Poesia
Excertos de "Hermenêutica e Poesia - O Pensamento Poético"

Convém relembrar, abrindo um parêntese, que a primeira aplicação da Hermenêutica, modernamente, em Schleiermacher, como uma Kunstlehre, foi justamente a exegese, a interpretação dos escritos teológicos e literários. Se estabelecermos a sequência da Hermenêutica desde a Antiguidade, constatamos que o primeiro trabalho de interpretação é teológico; segue-se o literário, na fase tardia, como o foi para os gregos privilegiando a exegese de Homero  . Os pensadores cristãos, ao fazerem a distinção entre a interpretação literal e a interpretação alegórica, pela letra do texto, a partir de Filón, iniciaram a hermenêutica da Bíblia  . Na fase moderna, com Schleiermacher, quando o romantismo exaltou a singularidade do texto literário, uniram-se as duas vertentes da Hermenêutica. Ambas, porém, são formas de compreensão e remontam à "estrutura hermenêutica da vida", a chave do conhecimento histórico, quer dizer, da possibilidade de compreender outras épocas, de apropriarmo-nos de suas expressões. Dilthey   concebeu essa apropriação em termos de "empatia", de introjeção psíquica. Rompendo com a "empatia", abandona a hermenêutica atual em razão de nossa finitude, a admissão de que podemos compreender o passado tal como foi, porque a ele nos identificamos.