Página inicial > Imaginal > Landow Do Texto ao Hipertexto

Landow Do Texto ao Hipertexto

terça-feira 22 de março de 2022

      

Do Texto ao Hipertexto

  • Em um futuro próximo todos os textos individuais estarão em meio digital interligados entre si, criando metatextos e metametatextos em uma rede inimaginável neste momento.
  • Formas já existentes de transformação do texto em hipertexto:

— * -* Preservação da forma linear do texto com sua ordem   e fixidez, a qual se juntam várias espécies de texto, incluindo comentários, críticas, variantes, textos anteriores e posteriores cronologicamente; neste caso o texto principal, que retém a forma original, se torna uma espécie de eixo   ao redor do qual se apensam textos "ligados" por termos, frases, tópicos, nomes, etc., oferecendo ao leitor uma nova experiência do texto original cercado por um contexto constituído de modo subjetivo pelo autor do hipertexto; um exemplo é o site que estuda o texto Descartes   Discurso do Metodo.

— * -* Uma segundo forma seria a adaptação de material originalmente concebido para um livro, recortado em blocos (lexias, segundo Roland Barthes  ) com elementos   multilineares que permite leituras multisequenciais associadas com o hipertexto. Bons exemplos são os sites que organizaram a Bíblia para uma leitura deste tipo cercada de muito material crítico e de apoio; vide [http://www.biblegateway.com/].

— * -* Uma terceira forma "desmonta" o texto original e o reconstrói sob a forma hipertextual, se apropriando de modo intensivo e extensivo de todos os recursos do hipertexto; se o texto original já dispõe de uma espécie de proto-hipertextualidade este trabalho   fica de certo modo facilitado, caso contrário trata-se de um enorme trabalho de leitura crítica necessário para "desconstrução" do texto original e sua recosntrução em hipertexto; vide exemplo desenvolvido sob a orientação de Landow em [http://www.victorianweb.org/authors/tennyson/im/imov.html]

— * -* Por último existem os trabalhos constituídos originalmente sob a forma hipertextual, que assim garante a apropriação máxima e correta da técnica desde sua concepção até sua implementação; vide exemplos em [http://www.duke.edu/~mshumate/hyperfic.html]