Página inicial > Antiguidade > Parábolas Jesus

Parábolas Jesus

sábado 6 de agosto de 2022

    

Abaixo relacionamos as parábolas e citações dos Evangelhos   que estaremos apresentando juntamente com as exegeses ou simples análises feitas por Padres, gnósticos e pensadores. Este estudo toma como base um valioso trabalho   de Antonio Orbe  , "Parábolas Evangélicas em São Irineu".

Antes falava com vocês em parábolas, e vocês não compreendiam; agora falo com vocês abertamente, e vocês (ainda) não percebem. No entanto, eram vocês que me serviam como uma parábola em parábolas, e como aquilo que está claro em palavras que são claras. (Apócrifo de Tiago)
"Já que já fui glorificado desta forma, por que vocês me impedem na minha ânsia de ir? Pois após o trabalho, vocês me obrigaram a ficar com vocês mais dezoito dias em função das parábolas. Foi o suficiente para alguns ouvir   o ensinamento e entender ‘Os Pastores’ e ‘A Semente’ e ‘A Construção’ e ‘As Dez Virgens’ e ‘O Salário do Trabalhador’ e a ‘Didrachmae’ e ‘A Mulher.’" (Apócrifo de Tiago)

Tresmontant

Segundo Claude Tresmontant   é preciso entender que o termo parábola vem do grego parabole  , que por sua vez traduz maschal em hebraico, uma técnica de ensinar   dos profetas hebreus, que se valia de comparações, analogias entre realidades sensíveis, oferta a todos, dadas na experiência comum, e realidades espirituais que se tentam fazer entender. Para ensinar as coisas espirituais, místicas, as leis ontológicas e ontogenéticas do reino de Deus   em curso de "in-formação", utilizam-se imagens da vida comum que evocam os sentidos necessários a sua compreensão  .

Para Joaquim Jeremias, o grande teólogo alemão, "quem estuda as parábolas de Jesus  , tal como nos foram transmitidas pelos três primeiros evangelhos trabalha sobre um fundamento histórico especialmente sólido; as parábolas são um fragmento da rocha primitiva da tradição  . Se admite geralmente que as imagens se gravam na memória mais fixamente que os temas abstratos." (Joaquim Jeremias, As parábolas de Jesus)

Roberto Pla

A afirmação   do prólogo de João que todos recebemos a Palavra   (o semeado, a semente   de Deus), e que a “presença  ” da Palavra em nós   é o que nos dá o poder de fazer-nos filhos de Deus, não é uma expressão   circunstancial e solta, mas a pedra angular do evangelho e do Caminho do homem  . É esta “presença” a que justifica os passos do homem sobre a Terra   e a obra esclarecedora de Jesus.

Por outra parte, a Parabola do Semeador - parábola do semeador, que por si só explica a totalidade da realização   que corresponde cumprir ao homem, não deixa lugar a dúvidas acerca do exercício desse poder de constituir-se em filho   de Deus. O meio natural é p6or a frutificar a semente semeada.

O desígnio de destacar a importância desta parábola se significa não somente porque aparece nos três evangelhos sinópticos, senão porque ademais de levar juntamente uma explicação complementar, agrega, para que nada dela se perca, o comentário: “Não entendeis esta parábola? Como então, compreendereis todas as parábolas?”.

Como todo o evangelho há que estudá-lo como uma grande parábola, e isto foi dito por Jesus se se entende em sentido geral o que disse no quarto evangelho: Os disse tudo isso em parábolas”, a declaração do comentário de Marco deve se interpretar na confirmação de que entender esta parábola (a do semeador) é o conhecimento prévio para compreender todo o evangelho. Evangelho de Tomé - Logion 10)

PARÁBOLAS:


Ver online : Evangelhos