Página inicial > Oriente > Wei Wu Wei (PP:3) – Oito Palavras

Wei Wu Wei (PP:3) – Oito Palavras

sábado 27 de agosto de 2022

    

tradução

A existência objetiva é mítica,
A existência não-objetiva é absoluta.
 
Nota:
 
A existência objetiva é fenomenal — aparência somente,
A existência não-objetiva é inconsciente de existir,
E é fenomenalmente incognoscível.
 
A existência objetiva é figuração na mente  ,
A existência não-objetiva só «existe» em tal mente  ,
Cognoscendo tudo exceto o que é cognoscer.
 
A mente objetiva é auto-elaboração em espaço-tempo.
A mente não-objetiva, fenomenalmente vazia, nada conhece.
 
Por quem é isto dito?
Pela mente tentando ver a si mesma — e não sucedendo.
Porque? Enquanto espaço-tempo «ela» aparece como «vazio  ».
Intemporalmente «ela» não pode cognoscer o que é cognoscer.
 
«Morrer  » é morrer fenomenalmente: «nascer» é ser nascido   à fenomenalidade, i.e. perceber e — mais tarde — conceber.
Eis porque nenhum existe como tal.

Original

Objective existence is mythical,
Non-objective existence is absolute.

Note:

Objective existence is phenomenal—appearance only,
Non-objective existence is unaware of existing,
And it is phenomenally incognisable.
 
Objective existence is figuration in mind,
Non-objective existence only “exists” in such mind,
Cognising everything except what is cognising.
 
Objective mind is self-elaboration in space-time,
Non-objective mind, phenomenally void, knows neither.
 
By whom is this being said?
By mind attempting to see itself—and not succeeding.
Why? As space-time “it” appears as “void,”
Intemporally “it” cannot cognise what is cognising.
 
“Dying” is dying to phenomenality: “birth” is being born to phenomenality, i.e. to perceiving and—later—to conceiving.
That is why neither exists as such.

Wei Wu Wei (PP:1) – Pegando o tempo pelo topete


Ver online : Wei Wu Wei – Posthumous Pieces