Página inicial > Oriente > Wei Wu Wei (FPM:4) – Tempo e Espaço II (Ilusório Elemento do Ego)

Wei Wu Wei (FPM:4) – Tempo e Espaço II (Ilusório Elemento do Ego)

segunda-feira 29 de agosto de 2022

    

tradução

Se poderia dizer: o conceito do eu-como-uma-entidade-distinta-de-outras-entidades é ilusório e é provavelmente ele mesmo um conceito falso, pois assume que o eu   tem características espaciais?

O caráter ilusório do eu, tão insistido, pode bem ser um erro   devido à má colocação do elemento   ilusório, que realmente pertence não ao eu mas a uma característica espacial não-existente gratuitamente atribuída a ele.

Se Espaço e Tempo são eles mesmos ilusórios — assim como a mesma abordagem metafísica   insiste — porque deveria ao eu ser dado um atributo espacial? O que está aí em nossa consciência   do eu para justificar uma limitação   espacial?

Mas se o eu não está no espaço, assim como pode não estar no tempo, ele não necessita ser ilusório. É então somente ilusório na medida que é concebido como uma entidade espacial e temporal.

Distinção sendo um fato espacial e temporal, e uma ilusão  , o falso eu ou eu-processo, despido de sua aparência espacial e temporal, i.e. de seu elemento ilusório, pareceria ser uma manifestação   do Eu-Realidade   Ele mesmo.

Original

Might one not say: the concept that the self-as-an-entity-distinct-from-other-entities is illusory is probably itself a false concept, for it assumes that the self has spatial characteristics?

The illusory character of the self, so much insisted upon, may well   be an error due to a misplacement of the illusory element, which really belongs not to the self but to a nonexistent spatial character gratuitously attributed to it.

If Space and Time are themselves illusory—as the same metaphysical approach insists—why should the self be given a spatial attribute? What is there in our consciousness of self to justify a spatial limitation?

But if the self is not in Space, as it may not be in Time, it need not be illusory. It is then only illusory in so far as it is conceived as a spatial and temporal entity.

Distinctness being a spatial and temporal factor, and an illusion, the false self or I-process, stripped of its temporal and spatial appearance, i.e. of its illusory element, would seem to be a manifestation of the I-Reality Itself.

Realidade e Manifestação II (Realidade e Ego 1)


Ver online : Wei Wu Wei – Fingers pointing towards the moon