Página inicial > Modernidade > Buzzi (IP:55-56) – Caminho

Buzzi (IP:55-56) – Caminho

domingo 20 de março de 2022

      

As situações concretas, as circunstâncias sem as quais não somos aquilo que somos, são apenas mediações. Nelas tematizamos o ser  -humano, nelas nos apercebemos como passagem, movimento  , processo indefinido, ponte, abertura   que ultrapassa todas as determinações.

Essas mediações são o concreto de nosso viver  . Sem elas não há caminho  . Elas são o caminho, a ponte, o processo de humanização. São aquilo que o homem   é: masculino   ou feminino, doente ou com saúde, exercendo esta ou aquela profissão, vivendo esta ou aquela época. Essas mediações são o modo determinado de ser, a chance humana, a terra  . Nesse sentido escreve Saint-Exupéry:

«Mais coisas sobre nós mesmos nos ensina a terra que todos os livros. Porque nos oferece resistência. Ao se medir com um obstáculo, o homem aprende a se conhecer» (Saint-Exupéry, Terra dos Homens, p. 2).

Por conseguinte, para que se torne evidente   que o efetivamente dado é apenas mediação ou passagem para o homem poder ser, é preciso viver o efetivamente dado. Só o viver efetivo, o viver engajado, o viver reflexo, faz surgir   a abertura e mostra o homem como inobjetivável, como um horizonte   que recua a cada nova aproximação, semelhantemente ao amado   que se torna sempre mais inobjetivável, mais diferente, mais misterioso, mais distante, mais «outro», quanto mais o amante dele se aproxima, quanto mais o ama.


Ver online : Arcângelo Buzzi