Página inicial > Antiguidade > nesamah

nesamah

sábado 23 de julho de 2022

    

ADIN STEINSALTZ

Além da Ruah (Espírito  ), há um terceiro nível, chamado Neshama ("alma   superior"), que corresponde ao nível do ser no mundo da criação, que é ainda superior e mais puro. Acima deste, acima do nível da Neshama, há um nível chamado Chaya, que corresponde à ação das forças das Sefirot no mundo da emanação  . E além de todos estes, o ponto mais interno da faísca divina é o chamado khida, que pode ser considerado o ponto de contato entre a alma e a própria essência   do Divino  . [Excertos de "A Rosa de Treze Pétalas". Maayanot, 1992.]

Roberto Pla

No que se refere a nesamah, traduzido também por pneuma   no texto grego da Septuaginta, é a respiração ou alento mais sutil da escala psíquica, aquela percepção cósmica que vincula a consciência   com o mundo superior divino. Como se diz no livro dos Provérbios (20,27): “Lâmpada de YHWH é o hálito (nesamah) do homem   que explora até o fundo de seu ser”. O saltério em seu último verso, confirma esta aspiração ascendente de nesamah: “Tudo quanto respira (tem nesamah), louve o Senhor” (Sl 150,6).

Em um breve poema, subtitulado “Oráculo da volta do desterro” [1], transmite Isaías duas informações complementárias: “No final, — diz — será derramado sobre nós   o espírito (nesamah) desde o alto”. Com isto se aponta que a respiração superior (nesamah) não consiste somente em conteúdos psíquicos (ruah) sublimizados, senão que também se nutre da chuva espiritual (alento, ou respiração de origem   divino, o Espírito de Deus  ), que igual ao paracleto anunciado por Jesus   desce sobre a consciência do homem que ama para iluminá-la.

A segunda informação do oráculo de Isaías é de singular importância, pois em seu último verso não só confirma a função que corresponde a cada uma das três correntes psíquicas segundo a psicologia israelita senão que ao esclarecer algo seu estilo metafórico ajuda   a desentranhar em boa parte algum dado acerca da adaptação que experimentou o esquema do povo judeu (vide Zohar   Alma) ao incorporar-se à linguagem — alma, espírito — dos primitivos cristãos. Diz Isaías: “Ditosos vós que semeais junto à água (= psyche) que sobe (até nesamah) e dais liberdade ao boi (ruah) e ao asno (nefes). Veja Boi e Asno, no simbolismo do Presépio. Evangelho de Tomé - Logion 25


[1A “volta do desterro” é, desde o ponto de vista espiritual, a reintegração à Jerusalém celestial, após a viagem pela vida terrestre.