Página inicial > Oriente > Vieira Velho – Brihadaranyaka Upanixade 4

A Influência da Mitologia Hindú na Literatura Portuguesa dos Séculos XVI e XVII

Vieira Velho – Brihadaranyaka Upanixade 4

BRIHAD-ARANYAKA UPANISHADA

terça-feira 29 de março de 2022, por Cardoso de Castro

    

«Aquele que estando na atmosfera, é diferente da atmosfera, a quem a atmosfera não conhece, cujo corpo é a atmosfera, quem controla a atmosfera interiormente, - aquele é o Ser   dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal». [SELMA DE VIEIRA VELHO. A Influência da Mitologia Hindú na Literatura Portuguesa dos Séculos XVI e XVII]

    

Ergueu-se então Kahola Kaushitakeya e disse:

— «Yajnavalkya, explica-me sobre o Brahman   que é evidente   e não obscuro  , o Ser   que permeia todas as coisas».

— «O ser que permeia todas as coisas está em ti».

— «Mas qual é o Ser, Yajnavalkya, que permeia todas as coisas?»

— "Aquele que transcende a fome e a sede, a mágoa, a confusão  , a velhice e a morte. Quando os Brahmanes chegam ao conhecimento deste Ser, erguem-se acima dos seus desejos de possuir filhos, dos seus desejos de possuir riquezas, dos seus desejos de possuir estados de grandeza  , e vagueiam, levando uma vida de pedintes. Não existe nenhuma diferença   entre o desejo de ter filhos, e o de ter riquezas, e não existe nenhuma diferença entre o desejo de possuir riquezas e o desejo de ter estados de grandeza: todos eles não passam de desejos.

Que o Brahmane se afaste dos estudos com desprazer, e viva como uma criança  . Que ele se afaste com desprazer, tanto dos estudos e do viver   como uma criança, e que se torne um sábio   silencioso. Que ele se afaste com desprazer; do silêncio   e do seu oposto, e que se torne num verdadeiro Brahmane".

— «E o que o faz, realmente, um Brahmane?»

— «Tudo quanto, realmente, o conduz para isso. Tudo quanto não seja o Ser, sofre».

Então Kahola Kaushitakeya calou-se:

Em seguida, Uddalaka Aruni disse:

— «Yajnavalkya, nós vivíamos entre os Madras em casa   de Patanjala Kapya, estudando o sacrifício. A sua esposa   estava possessa dum espírito  , e nós perguntamos-lhe quem ele era. Ela respondeu-nos que era Kabandha Atharvana, e dirigindo-se a Patanjala Kapya e aos estudantes do sacrifício, ele disse:»Kapya, conheces o fio pelo qual estão juntos este mundo, o outro mundo, e todos os seres?«.»Patanjala Kapya respondeu:

«Não senhor, eu não conheço»

«Falando outra vez a Patanjala Kapya e aos estudantes do sacrifício ele disse:»Kapya, conheces o Controlador Íntimo, que controla este mundo, e o outro, e todos os seres, internamente?«»Patanjala Kapya respondeu:

«Não senhor, eu não o conheço»

Falando outra vez a Patanjala e aos estudantes do sacrifício, ele disse:

«Kapya, aquele que conhecer o fio e o Controlador íntimo, conhecerá também Brahman, todos os mundos, os deuses, os Vedas  , todos os seres, o Ser, - tudo!» Foi assim que ele falou. «Agora, eu conheço tudo isso. Se tu; Yajnavalkya, conduziste o gado sem teres conhecimento do fio e do Controlador íntimo, ficarás com a cabeça   decepada».

— «Com toda a certeza  , eu conheço o fio e o Controlador íntimo».

— «Qualquer um pode dizer,»eu sei, eu sei«, respondeu ela. Diz-me o que tu sabes».

— «O vento  , Gautama, é o fio», disse Yajnavalkya. «Através desse fio que é o vento, este mundo, e o outro mundo, e todos os seres, estão juntos. É por isso que se diz, ó Gautama, que os membros dum morto estão desjuntados, pois eles foram juntados pelo vento, Gautama!».

— «Muito certo, Yajnavalkya: agora fala-nos sobre o Controlador íntimo».

— «Aquele que estando nesta terra   é diferente da terra, e a quem a terra não conhece, cujo corpo é a terra, quem controla a terra interiormente - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador Íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando na água, é diferente da água, a quem a água não conhece, cujo corpo é a água, interiormente, - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando no fogo  , é diferente do fogo, a quem o fogo não conhece, cujo corpo é o fogo, quem controla o fogo interiormente, aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando na atmosfera, é diferente da atmosfera, a quem a atmosfera não conhece, cujo corpo é a atmosfera, quem controla a atmosfera interiormente, - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando no vento é diferente do vento, a quem o vento não conhece, cujo corpo é o vento, quem controla o vento interiormente, - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando no firmamento, é diferente do firmamento, a quem o firmamento não conhece, cujo corpo é o firmamento, quem controla o firmamento interiormente, - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando no sol, é diferente do sol, a quem o sol   não conhece, cujo corpo é o sol, quem controla o sol interiormente - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador Intimo, o Imortal».

«Aquele que estando nos pontos cardiais, é diferente dos pontos cardiais, a quem os pontos cardiais não conhecem, cujo corpo efeito de pontos cardiais, quem controla intimamente os pontos cardiais, - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador Íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando na lua   e estrelas, é diferente da lua e das estrelas, a quem a lua e as estrelas não conhecem, cujo corpo é feito da lua e das estrelas, quem controla a lua e as estrelas interiormente - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador Intimo, o Imortal».

«Aquele que estando no espaço, é diferente do espaço, e quem o espaço não conhece, cujo corpo é feito do espaço, quem controla interiormente o espaço - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador Intimo, o Imortal».

«Aquele que estando na escuridão, é diferente da escuridão, a quem a escuridão não conhece, cujo corpo é a escuridão, quem controla interiormente à escuridão - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador Íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando na luz é diferente da luz, a quem a luz   não conhece, cujo corpo é a luz, quem controla interiormente a luz - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador intimo, o Imortal».

«Tudo isto se refere aos fenômenos naturais; agora, em relação a todos os seres:»Aquele que estando em todos os seres, é diferente de todos os seres, a quem todos os seres não conhecem, cujo corpo é todos os seres, quem controla interiormente todos os seres, aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador Intimo, o Imortal«.»Isto foi em relação aos seres. Agora, em relação ao próprio!

«Aquele que estando no sopro, é diferente do sopro, a quem o sopro não conhece, cujo corpo é o sopro, quem controla interiormente o sopro, - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando na voz, é diferente da voz, a quem a voz não conhece, cujo corpo é a voz, quem controla interiormente a voz - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando no olho, é diferente do olho, a quem o olho não conhece, cujo corpo é o olho, quem controla o olho interiormente - aquele é o Ser, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando no ouvido, é diferente do ouvido, a quem o ouvido não conhece, cujo corpo é o ouvido, quem controla o ouvido interiormente - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando no intelecto  , é diferente do intelecto, a quem o intelecto não conhece, cujo corpo é o intelecto, quem controla interiormente o intelecto, - aquele é o Ser dentro de.ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando na pele, é diferente da pele, a quem a pele não conhece, cujo corpo é a pele, quem controla interiormente a pele, - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

«Aquele que estando no entendimento, é diferente do entendimento a quem o entendimento não conhece, cujo corpo é o entendimento, quem controla o entendimento interiormente, - aquele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal».

"Ele é o visionário não observado, o ouvinte não ouvido, o pensador não pensado, o entendimento não entendido. Nenhum outro visionário chega até onde ele está, nem outro ouvinte, nem outro pensador, nem outro entendedor consegue ser melhor que ele: Ele é o Ser dentro de ti, o Controlador íntimo, o Imortal. Tudo quanto é diferente dele, sofre.

Uddalaka Aruni calou-se.


Ver online : Brihadaranyaka Upanixade