Página inicial > Arte e Simbolismo > Faivre Eckartshausen Espiritual

Faivre Eckartshausen Espiritual

segunda-feira 28 de março de 2022

      

ANTOINE FAIVRE  . ECKARTSHAUSEN   ET LA THÉOSOPHIE CHRÉTIENNE
LIVRO I O HOMEM   E O MEIO
II Engajamento na história e vida espiritual (1786-1803)

  • Iniciativas e decepções: mudanças na Academia, na Censura e nos Arquivos
    • Mística especulativa, realização   espiritual.
    • Morte de sua esposa Gabrielle (1797)
    • Seu terceiro casamento  , com a jovem Theresia Weiss (1799); ela lhe dá dois   filhos e uma filha que ele não conhecerá
    • Dificuldades materiais, ausência de fortuna
    • A Seção histórica da Academia
    • Novos discursos de Eckartshausen
    • Seu projeto de máquina elétrica, sua teoria   do fluidum e da luz (1795)
    • Eckartshausen desperta suspeitas da Academia; sue artigo em francês na Reichsanzeiger (1800) não lhe é perdoado
    • O princípio universal   da matéria, a lei   das analogias
    • Matéria luminosa e paligenesia
    • Recusa-se admitir Eckartshausen na Seção de filosofia
    • Como ele se justifica, a Academia lhe demanda provas fundamentadas sobre a experiência
    • Eckartshausen se aposenta
    • Suas relações com Westenrieder
    • Novas obras jurídicas; as fontes de onde se inspiram
    • A Censura: Kollmann, o affaire Bahrt
    • Eckartshausen e Spreti
    • Em 1793, Eckartshausen pede sua demissão
    • Suas razões
    • Os Arquivos: carreira normal, apesar das invejas
    • Nomeação ao grau de Primeiro Aquivista Secreto (1799)
  • De Decremps a Schrepfer. Inovações e ciência dos números  
    • O gosto   da ilusão e do trompe-l’oeil precedem o interesse   pelo mística especulativa
    • Todavia, nas suas primeiras obras encontra-se todos estes elementos   misturados
    • Gosto de época e vida de salão: Decremps e sua "física distraída"
    • Eckartshausen se associa a Schrepfer, chralatão de grande talento, e à influência de sua pretendida pneumatologia na Corte da Prússia
    • Os perfumes mágicos
    • Eckartshausen parte em guerra   contra a impostura, mas ao mesmo tempo   afirma seua crença nos arrebatamentos, pressentimentos e visões
    • O príncipe Eleitor assiste a suas experiências; talentos de Eckartshausen em matéria de física
    • O projeto de entretenimento dos monumentos históricos
    • A ciência dos números permite resolver os problemas mais difíceis
    • O conhecimento do "princípio das coisas" permite a Eckartshausen fazer três descobertas importantes
    • A Corte da Prússia se interessa por seus experimentos
    • Eckartshausen obtém do Eleitor um privilégio para uma manufatura de sal de pedra
  • A política religiosa. A Lenda templária, cripto-catolicismo e febronianismo
    • Obras químicas e filosóficas: ciência e esoterismo se conjugam; sistema de Brown, descobertas sobre a luz, incorruptibilidade das coisas e dissolução dos metais
    • A política anti-religiosa
    • Atitude anti-nicolaita; o affaire Bahrt, os escritos de Eckartshausen contra a "grande liga" anti-cristã (1791), seu apelo em favor da união   do trono e do altar
    • Os ecos e a plêmica: Hoffmann  , Cadet de Gassicourt, Roinson, Barruel, etc.
    • Lenda templária
    • Fortuna destes temas na Europa
    • Eudamonia e A Wiener Zeitschrift, revistas contra-revolucionárias
    • Assim como Eckartshausen, Grolman é um antigo discípulo de Weishaupt; porque ele renega a Ordem efunda Eudamonia
    • Sua atitude a respeito de Eckartshausen, Starck e Zimmermann: Eckartshausen é julgado muito católico
    • O cripto-jesuitismo, lenda tenaz: Bode, Mirabeau, Bonneville, etc.
    • Como os autores tais como Eckartshausen e Saint-Martin   estão implicados na querela
    • Peter Philipp Wolf renega Eckartshausen, seu antigo mestre
    • Uma questão acalorada: a primazia do papa em matéria de episcopado
    • Febroanistas e ultra-montanos
    • A nunciatura em Munique (1785)
    • A posição   de Eckartshausen é aquela de Stattler e de Westenrieder; ele se opõe aos ultra-montanos, mas ao mesmo tempo a Lippert e a Franck
    • O núncio Zoglio
    • Os escritos de Eckartshausen para convencer o Eleitor ao febronianismo (1789-1790), e a abundante polêmica que disto resulta
  • Do Kantismo à síntese universal
    • Eckartshausen sacrifica ainda um pouco ao teatro   e à literatura edificante, pois experimenta sempre a necessidade   de moralizar; a esta atividade  , junta aquela de autor de livros piedosos e sem grande interesse doutrinal; trata-se frequentemente de obras encomendadas
    • Mas sua atividade preferida permanece sendo a redação de suas obras de esoterismo
    • Como ele concilia razão   e mistérios e acaba por passar-se por um mago  
    • A ciência dos números, ou a maneira de resolver a oposição kantiana entre o númeno e o fenômeno
    • A síntese de todos os conhecimentos
    • Correspondência de Eckartshausen com a Academia Real   das Ciências e das Artes de Londres
    • Os Hieróglifos para o coração   humano e os opúsculos teosóficos assinados « von 15 » : teoria da linguagem, perfectibilidade do gênero   humano e matemática superior
    • Ensaios químicos, olhar sobre o futuro
    • A nuvem sobre o santuário
    • Obras póstumas