Página inicial > Imaginal > Hermenêutica > Gadamer Hermenêutica

Gadamer Hermenêutica

terça-feira 22 de março de 2022

    

Gadamer   - Sobre «hermenêutica»

  • «A necessidade   de uma hermenêutica caminha lado a lado com o desaparecimento do compreender-por-si-mesmo». (Verdade e Método I, pag 253)
  • "Hermenêutica significa em primeiro lugar uma praxis   relacionada a uma arte. Sugere techne   como palavra complementária. A arte, em questão aqui, é a arte do anúncio, da tradução, da explicação e interpretação  , que inclui naturalmente a arte da compreensão que lhe serve de base e que é sempre exigida quando o sentido de algo se acha obscuro   e duvidoso”. (Verdade e Método II, pag 111 e 112)
  • "a hermenêutica, voltando às fontes originárias, busca alcançar uma nova compreensão daquilo que se havia corrompido por distorção, deslocamento ou mau uso” (Verdade e Método II, pag 115)
  • «o método hermenêutico pressupõe uma plena compreensão da língua estrangeira e, mais do que isso, a compreensão da verdadeira intenção   de sentido do que se manifestou». (Verdade e Método II, pag 112)
  • «por causa   de sua generalidade foi tratada como uma parte da lógica  ». (Verdade e Método II, pag 115)
  • "a hermenêutica é a única arte cuja palavra deve ser estabelecida como padrão de medida...trata-se, portanto, de uma ars: uma técnica...é mais uma aptidão prática do que propriamente uma ciência”. (Verdade e Método II, pag 113)
  • «Ela (hermenêutica) nos ensina que a linguagem da filosofia sempre comporta algo de inadequado e que, na sua intenção, persegue sempre mais do que pode ser encontrado em seus enunciados e do que pode ser trazido à palavra». (Verdade e Método II, pag 137)
  • "Por outro lado a hermenêutica ocupa-se com o aspecto interno no uso do universo   semântico, ou melhor, com o processo interno da fala, que visto de fora, apresenta-se como a utilização de um universo de signos”. (Verdade e Método II, pag 205)
  • «Não é um acaso que dentre as correntes de investigação da filosofia de hoje a semântica e a hermenêutica tenham alcançado uma atualidade especial. Ambas partem da expressão   de nosso pensamento   pela linguagem». (Verdade e Método II, pag 204)
  • «a interpretação não é um ato complementar e posterior   à compreensão, visto que compreender é sempre interpretar, e em consequencia a interpretação é a forma explícita da compreensão» (Gadamer, 1992:378)
  • «Em ambos os terrenos da tradição  , tanto na literatura quanto na Bíblia  , a hermenêutica procura desvendar o sentido original dos textos através de um procedimento de correção quase artesanal». (Verdade e Método I, pag 242)
  • «A hermenêutica teve que começar a desvencilhar-se de todas as limitações dogmáticas e libertar-se para alcançar o significado universal   de um organon   histórico. Isto ocorreu no século XVIII, quando homens como Semler e Ernesti reconheceram que, para compreender adequadamente a Escritura, pressupunha-se conhecer a diversidade de seus autores, e abandonar, por conseqüência, a unidade   dogmática do cãnon». (Verdade e Método I, pag 244)
  • «Mas precisamente a extensão   da tarefa hermenêutica ao»diálogo   significativo«, tão característica de Schleiermacher, mostra como se transformou profundamente o sentido da estranheza  , cuja superação a hermenêutica deve promover frente ao que até então se propunha como tarefa da hermenêutica. Na individualidade do tu a estranheza está indissoluvelmente dada num sentido novo e universal». (Verdade e Método I, pag 247 e 248)
  • «Embora possa acontecer o inverso, que»um autor possa ter tido em mente   mais do que se pôde compreender«, para ele a verdadeira tarefa da hermenêutica nãó é a de fazer chegar esse»mais«a compreensão, mas compreender os próprios livros na sua significação verdadeira e objetiva» (Verdade e Método I, pag 253)
  • “Hermenêutica significa em primeiro lugar uma praxis relacionada a uma arte. Sugere ‘techne’ como palavra complementária. A arte, em questão aqui, é a arte do anúncio, da tradução, da explicação e interpretação, que inclui naturalmente a arte da compreensão que lhe serve de base e que é sempre exigida quando o sentido de algo se acha obscuro e duvidoso”. (Verdade e Método II, pag 111 e 112).
  • “a hermenêutica, voltando às fontes originárias, busca alcançar uma nova compreensão daquilo que se havia corrompido por distorção, deslocamento ou mau uso” (Verdade e Método II, pag 115)
  • "o método hermenêutico pressupõe uma plena compreensão da língua estrangeira e, mais do que isso, a compreensão da verdadeira intenção de sentido do que se manifestou”. (Verdade e Método, pag 112).
  • “por causa de sua generalidade foi tratada como uma parte da lógica” (Verdade e Método II, pag 115).
  • "a hermenêutica é a única arte cuja palavra deve ser estabelecida como padrão de medida...trata-se, portanto, de uma ars: uma técnica...é mais uma aptidão prática do que propriamente uma ciência”. (Verdade e Método II, pag 113).
  • “Ela (hermenêutica) nos ensina que a linguagem da filosofia sempre comporta algo de inadequado e que, na sua intenção, persegue sempre mais do que pode ser encontrado em seus enunciados e do que pode ser trazido à palavra”. (Verdade e Método II, pag 137).
  • “Por outro lado a hermenêutica ocupa-se com o aspecto interno no uso do universo semântico, ou melhor, com o processo interno da fala, que visto de fora, apresenta-se como a utilização de um universo de signos”. (Verdade e Método II, pag 205).
  • «Não é um acaso que dentre as correntes de investigação da filosofia de hoje a semântica e a hermenêutica tenham alcançado uma atualidade especial. Ambas partem da expressão de nosso pensamento pela linguagem». (Verdade e Método II, pag 204).
  • "a interpretação não é um ato complementar e posterior à compreensão, visto que compreender é sempre interpretar, e em conseqüencia a interpretação é a forma explícita da compreensão” (Gadamer, 1992:378).