PhiloSophia

PHILO = Apreço + SOPHIA = Compreensão

Version imprimable de cet article Version imprimable

Accueil > Ocidente > Arthur Schopenhauer (1788-1860) > Schopenhauer (MVR1:452-453) – atormentador e atormentado

O Mundo como Vontade e como Representação Tomo I

Schopenhauer (MVR1:452-453) – atormentador e atormentado

Livro IV, §63

mardi 14 septembre 2021

[SCHOPENHAUER, Arthur. O mundo como vontade e como representação. Primeiro Tomo. Tr. Jair Barboza. São Paulo : Editora UNESP, 2005, p. 452-453]

O atormentador e o atormentado são unos. O primeiro erra ao acreditar que não participa do tormento, o segundo ao [452] acreditar que não participa da culpa. Se os olhos dos dois fossem abertos, quem inflige o sofrimento reconheceria que vive em tudo aquilo que no vasto mundo? padece tormento, e, se dotado de faculdade de razão, ponderaria em vão por que foi chamado à existência? para um tão grande sofrimento, cuja culpa ainda não percebe ; o atormentado notaria que toda maldade praticada no mundo, ou que já o foi, também procede daquela Vontade constituinte de SUA própria essência, que aparece NELE, reconhecendo mediante este fenômeno? e sua afirmação que ele mesmo assumiu todo sofrimento procedente da Vontade, e isso com justiça, suportando-os enquanto for essa Vontade.